Um pouco da História do Basquete

Por Prof. Drausio

James Naismith foi o professor que criou esta modalidade esportiva, na ACM Norte Americana, que iniciou sendo disputada em uma quadra com um cesto de pessego em cada extremidade, e para o jogo continuar era necessário subir em uma escada ao lado da cesta para pegar a bola, o jogo foi evoluindo até que chegou ao que vemos hoje. Na ultima olimpiada, foi anunciado que teria novas alterações na regra, assim que publicarem oficialmente comentarei aqui no blog.

Publicado no site www.brasilescola.com

O basquete é um dos esportes mais populares do mundo. Chegou ao Brasil em 1906, quando o professor Oscar Thompson o instituiu na Escola Normal de São Paulo.

O basquete é um esporte acessível, melhora o rendimento físico, proporciona a perda de gordura, o ganho de massa muscular. Pode ser praticado ao ar livre, em praças, parques e escolas. O gasto calórico durante uma hora de jogo é de 500 a 800 Kcal.

Publicado no Site http://www.cob.org.br/esportes/esporte.asp?id=13

Duas caixas de pêssego e uma idéia

Ao contrário da maioria dos esportes, o basquete tem pai, local e data de nascimento. Em 1891, os Estados Unidos passavam por um inverno rigoroso. Praticar atletismo, futebol ou rúgbi tornou-se impossível para os alunos da escola da Associação Cristã de Moços de Springfield, no estado de Massachussets. Foi aí que a direção do colégio pediu a um de seus professores que desenvolvesse um esporte para ser praticado em lugares fechados. A missão coube ao canadense James Naismith, de 30 anos, que se inspirou na mania dos alunos e dos funcionários da escola de sempre atirar objetos à distância nos cestos de lixo. Um dia, ele colocou duas caixas de pêssego no alto de duas pilastras e pronto: nascia o basquete.

Os jogos são disputados por duas equipes de cinco jogadores, vence o time que marcar o maior número de pontos. Para fazer pontos, é preciso acertar a bola dentro da cesta, que posicionada em duas extremidades da quadra, a 3,05m de altura. Existem três formas de pontuar: nos tiros livres (arremessos consignados em lances de falta, que valem um ponto), nos arremessos de pequena e média distância (que valem dois pontos) e nos arremessos de longa distância, atrás de uma linha arqueada a 6,25m de distância da cesta (que valem três pontos). Cada partida tem duração de 40 minutos de bola em jogo, divididos em quatro quartos de 10 minutos.

 

A primeira participação em Jogos Olímpicos foi em Berlim 1936.

James Naismith, o inventor do basquete, jogou a primeira bola ao alto da partida inaugural da modalidade nos Jogos de Berlim 1936;

O lance livre é o pênalti do basquete, marcado quando a falta é claramente intencional ou quando o jogador que a sofre está em condições de arremessar.

Oscar Schmidt foi o cestinha brasileiro de 1996 a 2003, totalizando 7.913 pontos nesse período. Ele detém também o recorde olímpico, com 1.093 pontos.

Regras:Os jogos são disputados por duas equipes de cinco jogadores, vence o time que marcar o maior número de pontos. Para fazer pontos, é preciso acertar a bola dentro da cesta, que posicionada em duas extremidades da quadra, a 3,05m de altura. Existem três formas de pontuar: nos tiros livres (arremessos consignados em lances de falta, que valem um ponto), nos arremessos de pequena e média distância (que valem dois pontos) e nos arremessos de longa distância, atrás de uma linha arqueada a 6,25m de distância da cesta (que valem três pontos). Cada partida tem duração de 40 minutos de bola em jogo, divididos em quatro quartos de 10 minutos. Objetivo do jogo

 

Uma bola de basquetebolO objetivo do jogo é introduzir a bola no cesto da equipe adversária (marcando pontos) e, simultaneamente, evitar que esta seja introduzida no próprio cesto, respeitando as regras do jogo. A equipe que obtiver mais pontos no fim do jogo vence.

 

A competição é dirigida por:

 

Três árbitros – têm como função assegurarem o cumprimento das regras do jogo.

Um marcador e o seu auxiliar – têm como funções o preenchimento do boletim de jogo, onde registram os pontos marcados, as faltas pessoais e técnicas, etc.

O cronometrista – verifica o tempo de jogo e os descontos de tempo

Um operador de vinte e quatro segundos – controla os 24 segundos que cada equipe dispõe para a execução de uma jogada.

 

Posições

São usadas, geralmente, no basquete, três posições: alas, pivôs e armador. Na maioria das equipas temos dois alas, dois pivôs e um armador. Armador ou base é como o cérebro da equipa. Planeja as jogadas e geralmente começa com a bola. Alas ou extremos jogam pelos cantos. A função do ala muda bastante. Ele pode ajudar o base, ou fazer muitos cestos. Pivôs ou postes são, na maioria das vezes, os mais altos. Com a sua altura, pegam muitos rebotes, fazem muitos afundaços (enterradas) e bandejas, e na defesa ajudam muito com os tocos.

Competições

Campeonato Brasileiro de Basquete Masculino:

é uma competição brasileira de basquete, organizada pela CBB. Entre os anos de 1965 e 1989, o torneio era denominado Taça Brasil de Basquete. A partir de 1990 o torneio passou a ser chamado de Campeonato Brasileiro de Basquete.

Em 2006 a competição organizada pela CBB não teve uma final e um torneio paralelo foi organizado pela NLB. A campeã desse torneio, a Winner/Limeira de São Paulo, foi então declarada campeã nacional.

No ano seguinte, a CBB voltou a organizar o torneio, mas em 2008 os clubes de São Paulo romperam com a Confederação e não disputaram o campeonato nacional. Em paralelo, organizaram a Super Copa de basquete, torneio contendo apenas equipes de São Paulo. O campeão do campeonato nacional daquele ano foi o Flamengo

No final de 2008, os clubes e a CBB finalmente chegaram a um acordo e decidiu-se pela criação de uma liga independente organizada pelos clubes, com a chancela da Confederação. Assim, o campeonato em 2009 será organizado pela Liga Nacional de Basquete (LNB) e será chamado de Novo Basquete Brasil (NBB).
 
TAÇA BRASIL

Ano Campeão – Vice-campeão

1965 Corinthians – Vasco da Gama

1966 Corinthians – Vasco da Gama

1967 Botafogo – Corinthians

1968 Sírio – Corinthians

1969 Corinthians – Sírio

1970 Sírio – Corinthians

1971 Clube dos Bagres – Sírio

1972 Sírio – Fluminense

1973 Vila Nova – Trianon

1974 Emmanuel Franca – Vila Nova

1975 Amazonas Franca – Palmeiras

1976 Não disputado

1977 Palmeiras – Flamengo

1978 Sírio – Palmeiras

1979 Sírio – Associação Francana

1980 Associação Francana – Vasco da Gama

1981 Tênis Clube São José – Associação Francana

1982 Monte Líbano – Associação Francana

1983 Sírio – Corinthians

1984 Monte Líbano – Flamengo

1985 Monte Líbano – Corinthians

1986 Monte Líbano – Associação Francana

1987 Monte Líbano

1988/89 Sírio – Franca

 

CAMPEONATO BRASILEIRO 

Ano Campeão Resultado Vice-campeão

1990

Detalhes Ravelli/Franca 3 – 0 Lwart/Lwarcel

1991

Detalhes Ravelli/Franca 3 – 1 Ipê/Perdigão/Soler

1992

Detalhes Cesp/Rio Claro/Blue Life 1 – 0 Ipê/Banespa

1993

Detalhes Sabesp/Franca 1 – 0 Ipê/Banespa

1994

Detalhes Pitt/Corinthians 3 – 2 Sabesp/Franca

1995

Detalhes Cesp/Rio Claro 3 – 1 Dharma/Yara

1996

Detalhes Corinthians/Amway 3 – 1 Corinthians/Pony

1997

Detalhes Franca/Cougar 3 – 2 Corinthians/Pony

1998

Detalhes Franca/Marathon 3 – 2 Ribeirão Preto/Polti/COC

1999

Detalhes Franca/Marathon 3 – 2 Vasco da Gama

2000

Detalhes Vasco da Gama 3 – 1 Flamengo/Petrobrás

2001

Detalhes Vasco da Gama 3 – 0 COC/Ribeirão Preto

2002

Detalhes Tilibra/Copimax/Bauru 3 – 0 Uniara/Fundesport/Araraquara

2003

Detalhes COC/Ribeirão Preto 3 – 1 Unitri/Uberlândia

2004

Detalhes Unitri/Uberlândia 3 – 0 Flamengo/Petrobrás

2005

Detalhes Telemar/Rio de Janeiro 3 – 1 Unitri/Uberlândia

20061

Detalhes Winner/Limeira 1 – 0 Uniara/Lupo/Araraquara

2007

Detalhes Universo/Brasília 3 – 1 Unimed/Franca

2008

Detalhes Flamengo/Petrobrás 3 – 0 Universo/Brasília
 

Campeonato Brasileiro de Seleções de Basquete Feminino: 

Taça Brasil de Basquete

Ano Campeão

1984 Prudentina

1985 UNIMEP

1986 UNIMEP

1987 Minercal

1988 BCN/Osasco

1989 Perdigão/Divino

1990/1991 BCN/Osasco

1991/1992 Constecca/Sedox

1992 Leite Moça/Sorocaba

1994 Nossa Caixa/Ponte Preta

1995 Nossa Caixa/Ponte Preta

1996 UNIMEP

1997 Data Control/Americana

 

 

[editar] Campeonato Brasileiro de Basquete

Ano Campeão Resultado Vice-campeão

1998

Detalhes Fluminense/Oceânica/Data Control 3 – 2 Osasco/BCN

1999

Detalhes Arcor/Santo André 3 – 1 Paraná Basquete

2000

Detalhes Paraná Basquete 3 – 0 Arcor/Santo André

2001

Detalhes Vasco da Gama 3 – 2 Paraná Basquete

2002

Detalhes São Paulo/Guaru 3 – 0 Unimed/Americana

2003

Detalhes Unimed/Americana 3 – 2 Unimed/Ourinhos

2004

Detalhes Unimed/Ourinhos 3 – 1 Unimed/Americana

2005

Detalhes FIO/Pão de Açucar/Unimed/Ourinhos 3 – 0 Limpol/São Caetano

2006

Detalhes FIO/Pão de Açucar/Unimed/Ourinhos 3 – 0 Catanduva

2007

Detalhes Colchões Castor/FIO/Unimed/Ourinhos 3 – 2 Açúcar Cometa/Unimed/Catanduva

2007

Detalhes Colchões Castor/FIO/Unimed/Ourinhos 3 – 1 Unimed/Americana

Campeonato Carioca de Basquete

Campeonato Carioca de Basquete Feminino

Campeonato Gaúcho de Basquete

Campeonato Mundial Interclubes de Basquete

Campeonato Nacional de Basquete Feminino (Brasil)

Campeonato Paulista de Basquete

Campeonato Paulista de Basquete Feminino

Copa América de Basquete Sub-21

Copa Brasil Norte

Copa Brasil de Basquete

Copa Sul-Brasileira

Copa dos Campeões Sul-Americanos de Basquete Masculino

E

EuroBasket

Euroliga

F

FIBA Liga das Américas

F (continuação)

FIBA Liga das Américas 2007/2008

FIBA Liga das Américas 2008/2009

L

Liga Sul-Americana de Basquete

M

McDonald’s Championship

N

National Basketball League

S

Supercopa do Nordeste

U

Uleb Cup

fonte: http:\\pt.wikipedia.org

 

2 Respostas to “Um pouco da História do Basquete”

  1. Os números de 2010 « Blog do Professor Drausio Says:

    […] Um pouco da História do Basquete março, 2009 […]

  2. Haroldo Says:

    Gostaria de saber se vcs podem me ajudar, teve um cara Chamado ÂNGELO JOSE DANTAS DA SILVA que veio de BELÉM – PA em 1980 e logo o CORINTHIANS colocou para jogar na categoria MINI o cara fez 26 partidas pelo TIMÃO e pontuava por partida 30 a 40 pontos só que o clube faz GATO na certião do muleque na época sendo que ele poderia ter jodado na categoria normal que era MIRIM um jogador Chamado RAY eatava jodando no São Bernardo e o garoto foi jodgar contra o jodador RAY tinha jogado no Clube Chamado PAYSANDU no Pará e o reconheceu e feiz a denuncia para a federação PAULISTA DE BASQUETE que mandou 5 juizes em BELÉM para retirar cinco certidão original do GAROTO pois para ser campeão deste ano sendo que o garoto era CESTINHA das 26 partidas tendo feito 1040 pontos nestas partidas, e só faltava jogar com o CONTINENTAL de OSASCO que tambem estava sem perder no campeonato daquele ANO 80, enfim vcs podem me confirmar esta historia que uma pessoa me informou sera que everidica.
    gostaria que vcs me ajudasse em conseguir algo uma foto ele sai na revista LACE LIVRE e foi considerado 3º melhor da america latina e o Dr SOCRATES deixava o treino para ver o garoto de BELÉM jogar no mini ginasio. DEMOCRACIA ESTAVA ESTOURANDO.

    O FIM DE UM GRANDE FUTURO DO BASQUETE

    O GAROTO PODERIA SER TAMBEM UM MÃO SANTA DO BASQUETE!!!

    ABRAÇO A TODOS

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: