Basquete: Regras e competições

Regras: Os jogos são disputados por duas equipes de cinco jogadores, vence o time que marcar o maior número de pontos. Para fazer pontos, é preciso acertar a bola dentro da cesta, que posicionada em duas extremidades da quadra, a 3,05m de altura. Existem três formas de pontuar: nos tiros livres (arremessos consignados em lances de falta, que valem um ponto), nos arremessos de pequena e média distância (que valem dois pontos) e nos arremessos de longa distância, atrás de uma linha arqueada a 6,25m de distância da cesta (que valem três pontos). Cada partida tem duração de 40 minutos de bola em jogo, divididos em quatro quartos de 10 minutos.

Objetivo do jogo

Uma bola de basquetebol. O objetivo do jogo é introduzir a bola no cesto da equipe adversária (marcando pontos) e, simultaneamente, evitar que esta seja introduzida no próprio cesto, respeitando as regras do jogo. A equipe que obtiver mais pontos no fim do jogo vence.

 

A competição é dirigida por:

 

Três árbitros – têm como função assegurarem o cumprimento das regras do jogo.

Um marcador e o seu auxiliar – têm como funções o preenchimento do boletim de jogo, onde registram os pontos marcados, as faltas pessoais e técnicas, etc.

O cronometrista – verifica o tempo de jogo e os descontos de tempo

Um operador de vinte e quatro segundos – controla os 24 segundos que cada equipe dispõe para a execução de uma jogada.

 

Posições

São usadas, geralmente, no basquete, três posições: alas, pivôs e armador. Na maioria das equipas temos dois alas, dois pivôs e um armador. Armador ou base é como o cérebro da equipa. Planeja as jogadas e geralmente começa com a bola. Alas ou extremos jogam pelos cantos. A função do ala muda bastante. Ele pode ajudar o base, ou fazer muitos cestos. Pivôs são, na maioria das vezes, os mais altos. Com a sua altura, pegam muitos rebotes, fazem muitos afundaços (enterradas) e bandejas, e na defesa ajudam muito com os tocos.

 

 

Regulamento (FIBA)

 

Diagrama das dimensões de uma quadra oficial

Diagrama das dimensões de uma tabela oficial. Equipe – Existem duas equipes que são compostas por 5 jogadores cada (em jogo), mais 7 reservas.

Início do jogo – O Jogo começa com o lançamento da bola ao ar, pelo árbitro, entre dois jogadores adversários no círculo central e esta só pode ser tocada quando atingir o ponto mais alto. A equipe que não ganhou a posse de bola fica com a seta a seu favor.

Duração do jogo – Quatro períodos de 10 minutos de tempo útil cada (Na NBA, são 12 minutos), com um intervalo de meio tempo entre o segundo e o terceiro período com uma duração de 15 minutos, e com intervalos de dois minutos entre o primeiro e o segundo período e entre o terceiro e o quarto período. O cronómetro só avança quando a bola se encontra em jogo, isto é, sempre que o árbitro interrompe o jogo, o tempo é parado de imediato.

Reposição da bola em jogo – Depois da marcação de uma falta, o jogo recomeça por um lançamento fora das linhas laterais, excepto no caso de lances livres. Após a marcação de ponto, o jogo prossegue com um passe realizado atrás da linha do campo da equipa que defende.

Como jogar a bola – A bola é sempre jogada com as mãos. Não é permitido andar com a bola nas mãos ou provocar o contacto da bola com os pés ou pernas. Também não é permitido driblar com as duas mãos ao mesmo tempo.

Pontuação – Um cesto é válido quando a bola entra pelo aro, por cima. Um cesto de campo vale 2 pontos, a não ser que tenha sido conseguido para além da linha dos 3 pontos, situada a 6,25m (valendo, portanto, 3 pontos); um cesto de lance livre vale 1 ponto.

Empate – Os jogos não podem terminar empatados. O desempate processa-se através de períodos suplementares de 5 minutos.Exceptuando torneios cujo regulamento obrigue a mais que uma mão, todos os clubes de possíveis torneios devem concordar previamente com o regulamento. Assim como jogos particulares, após o término do tempo regulamentar se ambas as equipas concordarem podem dar a partida por terminada.

Resultado – O jogo é ganho pela equipa que marcar maior número de pontos no tempo regulamentar.

Lançamento livre – Na execução, os vários jogadores, ocupam os respectivos espaços ao longo da linha de marcação, não podem deixar os seus lugares até que a bola saia das mãos do executante do lance livre (A6); não podem tocar a bola na sua trajectória para o cesto, até que esta toque no aro.

Penalizações de faltas pessoais – Se a falta for cometida sobre um jogador que não está em acto de lançamento, a falta será cobrada por forma de uma reposição de bola lateral, desde que a equipa(e) não tenha cometido mais do que 4 (quatro) faltas coletivas durante o período, caso contrário é concedido ao jogador que sofreu a falta o direito a dois lances livres. Se a falta for cometida sobre um jogador no acto de lançamento, o cesto conta e deve, ainda, ser concedido um lance livre. No caso do lançamento não tiver resultado cesto, o lançador irá executar o(s) lance(s) livres correspondentes às penalidades (2 ou 3 lances livres, conforme se trate de uma tentativa de lançamento de 2 ou 3 pontos).

Regra dos 5 segundos – Um jogador que está sendo marcado não pode ter a bola em sua posse (sem driblar) por mais de 5 segundos.

Regra dos 3 segundos – Um jogador não pode permanecer mais de 3 segundos dentro da área restritiva (garrafão) do adversário, enquanto a sua equipa esteja na posse da bola.

Regra dos 8 segundos – Quando uma equipa ganha a posse da bola na sua zona de defesa, deve, dentro de 8 segundos, fazer com que a bola chegue à zona de ataque.

Regra dos 24 segundos – Quando uma equipe está de posse da bola, dispõe de 24 segundos para a lançar ao cesto do adversário.

Bola presa – Considera-se bola presa quando dois ou mais jogadores (um de cada equipa pelo menos) tiverem uma ou ambas as mãos sobre a bola, ficando esta presa. A posse de bola será da equipa que tiver a seta a seu favor.

Transição de campo – Um jogador cuja equipe está na posse de bola, na sua zona de ataque, não pode provocar a ida da bola para a sua zona de defesa (retorno).

Dribles – Quando se dribla pode-se executar o n.º de passos que pretender. O jogador não pode bater a bola com as duas mãos simultaneamente, nem efectuar dois dribles consecutivos (bater a bola, agarrá-la com as duas mãos e voltar a batê-la).

Passos – O jogador não pode executar mais de dois passos com a bola na mão.

Faltas pessoais – É uma falta que envolve contacto com o adversário, e que consiste nos seguintes parâmetros: Obstrução, Carregar, Marcar pela retaguarda, Deter, Segurar, Uso ilegal das mãos, Empurrar.

Falta antidesportiva – Falta pessoal que, no entender do árbitro, foi cometida intencionalmente, com objectivo de prejudicar a equipa adversária.

Falta técnica – Falta cometida por um jogador sem envolver contacto pessoal com o adversário, como, por exemplo, contestação das decisões do árbitro, usando gestos, atitudes ou vocabulário ofensivo, ou mesmo quando não levantar imediatamente o braço quando solicitado pelo árbitro, após lhe ser assinalada falta.

Falta da equipe – Se uma equipa cometer num período, um total de quatro faltas, para todas as outras faltas pessoais sofrerá a penalização de dois lançamentos livres.

Número de faltas – Um jogador que cometer cinco faltas está desqualificado da partida.

Altura do aro – A altura do aro até o solo é de 3,05 metros; Regulamentos,
 
Competições

Campeonato Brasileiro de Basquete Masculino:

é uma competição brasileira de basquete, organizada pela CBB. Entre os anos de 1965 e 1989, o torneio era denominado Taça Brasil de Basquete. A partir de 1990 o torneio passou a ser chamado de Campeonato Brasileiro de Basquete.
Em 2006 a competição organizada pela CBB não teve uma final e um torneio paralelo foi organizado pela NLB. A campeã desse torneio, a Winner/Limeira de São Paulo, foi então declarada campeã nacional.

No ano seguinte, a CBB voltou a organizar o torneio, mas em 2008 os clubes de São Paulo romperam com a Confederação e não disputaram o campeonato nacional. Em paralelo, organizaram a Super Copa de basquete, torneio contendo apenas equipes de São Paulo. O campeão do campeonato nacional daquele ano foi o Flamengo

No final de 2008, os clubes e a CBB finalmente chegaram a um acordo e decidiu-se pela criação de uma liga independente organizada pelos clubes, com a chancela da Confederação. Assim, o campeonato em 2009 será organizado pela Liga Nacional de Basquete (LNB) e será chamado de Novo Basquete Brasil (NBB).
 
TAÇA BRASIL (campeões e vices)

Ano Campeão – Vice-campeão

1965 Corinthians – Vasco da Gama

1966 Corinthians – Vasco da Gama

1967 Botafogo – Corinthians

1968 Sírio – Corinthians

1969 Corinthians – Sírio

1970 Sírio – Corinthians

1971 Clube dos Bagres – Sírio

1972 Sírio – Fluminense

1973 Vila Nova – Trianon

1974 Emmanuel Franca – Vila Nova

1975 Amazonas Franca – Palmeiras

1976 Não disputado

1977 Palmeiras – Flamengo

1978 Sírio – Palmeiras

1979 Sírio – Associação Francana

1980 Associação Francana – Vasco da Gama

1981 Tênis Clube São José – Associação Francana

1982 Monte Líbano – Associação Francana

1983 Sírio – Corinthians

1984 Monte Líbano – Flamengo

1985 Monte Líbano – Corinthians

1986 Monte Líbano – Associação Francana

1987 Monte Líbano

1988/89 Sírio – Franca

 

CAMPEONATO BRASILEIRO  (Campeões e Vices)

Ano Campeão Resultado Vice-campeão

1990

Ravelli/Franca 3 – 0 Lwart/Lwarcel

1991

Ravelli/Franca 3 – 1 Ipê/Perdigão/Soler

1992

Cesp/Rio Claro/Blue Life 1 – 0 Ipê/Banespa

1993

Sabesp/Franca 1 – 0 Ipê/Banespa

1994

Pitt/Corinthians 3 – 2 Sabesp/Franca

1995

Cesp/Rio Claro 3 – 1 Dharma/Yara

1996

Corinthians/Amway 3 – 1 Corinthians/Pony

1997

Franca/Cougar 3 – 2 Corinthians/Pony

1998

Franca/Marathon 3 – 2 Ribeirão Preto/Polti/COC

1999

Franca/Marathon 3 – 2 Vasco da Gama

2000

Vasco da Gama 3 – 1 Flamengo/Petrobrás

2001

Vasco da Gama 3 – 0 COC/Ribeirão Preto

2002

Tilibra/Copimax/Bauru 3 – 0 Uniara/Fundesport/Araraquara

2003

COC/Ribeirão Preto 3 – 1 Unitri/Uberlândia

2004

Unitri/Uberlândia 3 – 0 Flamengo/Petrobrás

2005

Telemar/Rio de Janeiro 3 – 1 Unitri/Uberlândia

2006

Winner/Limeira 1 – 0 Uniara/Lupo/Araraquara

2007

Universo/Brasília 3 – 1 Unimed/Franca

2008

Flamengo/Petrobrás 3 – 0 Universo/Brasília
 

 

Campeonato Brasileiro de Seleções de Basquete Feminino: 

Taça Brasil de Basquete (Campeões)

Ano Campeão

1984 Prudentina

1985 UNIMEP

1986 UNIMEP

1987 Minercal

1988 BCN/Osasco

1989 Perdigão/Divino

1990/1991 BCN/Osasco

1991/1992 Constecca/Sedox

1992 Leite Moça/Sorocaba

1994 Nossa Caixa/Ponte Preta

1995 Nossa Caixa/Ponte Preta

1996 UNIMEP

1997 Data Control/Americana

 

 

Campeonato Brasileiro de Basquete

Ano Campeão Resultado Vice-campeão

1998

Fluminense/Oceânica/Data Control 3 – 2 Osasco/BCN

1999

Arcor/Santo André 3 – 1 Paraná Basquete

2000

Paraná Basquete 3 – 0 Arcor/Santo André

2001

Vasco da Gama 3 – 2 Paraná Basquete

2002

São Paulo/Guaru 3 – 0 Unimed/Americana

2003

Unimed/Americana 3 – 2 Unimed/Ourinhos

2004

Unimed/Ourinhos 3 – 1 Unimed/Americana

2005

FIO/Pão de Açucar/Unimed/Ourinhos 3 – 0 Limpol/São Caetano

2006

FIO/Pão de Açucar/Unimed/Ourinhos 3 – 0 Catanduva

2007

Colchões Castor/FIO/Unimed/Ourinhos 3 – 2 Açúcar Cometa/Unimed/Catanduva

2007

Colchões Castor/FIO/Unimed/Ourinhos 3 – 1 Unimed/Americana

 

Outros campeonatos nacionais Brasileiros e campeonatos internacionais

 

Campeonato Carioca de Basquete

Campeonato Carioca de Basquete Feminino

Campeonato Gaúcho de Basquete

Campeonato Mundial Interclubes de Basquete

Campeonato Nacional de Basquete Feminino (Brasil)

Campeonato Paulista de Basquete

Campeonato Paulista de Basquete Feminino

Copa América de Basquete Sub-21

Copa Brasil Norte

Copa Brasil de Basquete

Copa Sul-Brasileira

Copa dos Campeões Sul-Americanos de Basquete Masculino

Competições por ordem alfabética

E

EuroBasket

Euroliga

F

FIBA Liga das Américas

F (continuação)

FIBA Liga das Américas 2007/2008

FIBA Liga das Américas 2008/2009

L

Liga Sul-Americana de Basquete

M

McDonald’s Championship

N

National Basketball League

S

Supercopa do Nordeste

U

Uleb Cup

About these ads

Tags:

8 Respostas to “Basquete: Regras e competições”

  1. oi Says:

    podian fazer um resumo de tudo isso ein !

    • drausiopinto Says:

      estou sem tempo para resumir, quando eu tiver um tempinho eu resumirei, por enquanto para divulgar para os alunos da escola que dou aula vai ficar assim.

      obrigado pelo comentário

  2. Alan Says:

    professor um atleta de basquete pode jogar sem tênis?

    • drausiopinto Says:

      Caro Alan,

      Boa Tarde,

      depende muito, se for pra jogar como lazer, atletas de fim de semana, o único problema é machucar o pé na quadra, mas se for pra jogar campeonato, os campeonatos vao seguir a regra oficial da modalidade esportiva, e pela regra, o tenis é equipamento obrigatório de uma partida de basquete, e voce nao pode jogar sem ele. ok? Espero que eu tenha respondido sua pergunta.

      Saudações Olímpicas e obrigado por acessar meu blog

  3. Os números de 2010 « Blog do Professor Drausio Says:

    [...] Basquete: Regras e competições maio, 2009 4 comentários 4 [...]

  4. Julia Says:

    esse é a pior coisa do basquete,eu copiei num trabalho e ganhei 0

    • drausiopinto Says:

      Cara Julia, Eu fiz um apanhado de vários sites procurando sempre corrigir o que estava errado, acho que alguma coisa saiu errado no seu trabalho, tem bastante alunos comentando aqui que tiraram notas boas em educação física graças a esse blog. Mas mesmo assim, é bom sempre dar uma conferida no que está no blog, na literatura e nos sites, sugiro que aprenda a ler as fontes, e não só copiar, ai vc melhora sua nota. Saudações Olímpicas.

  5. vivi Says:

    muito bom era só isso que eu precisava no meu trabalho da escola

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: